Bairro do Zambujal - Projecto Percursos Acompanhados - Buraca

19
Ago 08
Desde Dezembro de 2007 o Centro de Arte Moderna – Sector de Educação e Animação Artística da Fundação Calouste Gulbenkian e o CESIS – Centro de Estudos para a Intervenção Social desenvolveram um projecto de intervenção artística - Intervir junto de 12 jovens que integram o Projecto Percursos Acompanhados.
Ao longo dos últimos 7 meses trabalhou-se a temática dos heróis e vilões, tentando promover nos jovens uma capacidade reflexiva acerca da sua identidade. Cada um deles procurou descobrir e identificar no seu eu e no outro, os seus heróis e os seus vilões. Foram realizadas 3 sessões por mês onde se utilizou a expressão corporal e dramática, o vídeo e a fotografia como meios desencadeadores de um processo de criação e intervenção artística. Além disto foram feitas visitas a museus e galerias, desenvolveram-se ateliers e oficinas de expressão plástica e dramática e vários debates onde os jovens tinham a liberdade de expressar as suas opiniões e intervir de forma pró-activa e positiva na construção e elaboração de várias obras que culminaram num auto-retrato final. Simultaneamente cada um dos participantes foi construindo um portefólio personalizado onde eram registadas as diferentes fases do processo.
Além das dinâmicas propostas e da capacidade reflexiva que demonstraram, os jovens desenvolveram competências na utilização de algumas ferramentas como a máquina fotográfica, a câmara de filmar, a utilização de alguns programas informáticos de edição de imagem e tiveram a possibilidade de manusear aqueles instrumentos explorando, não só um meio que lhes é familiar, o Bairro do Zambujal, mas também outros espaços como o Centro de Arte Moderna.
Ao longo do processo tiveram a oportunidade de fazer algumas residências artísticas onde se fizeram sessões de trabalho intensivo no Centro de Arte Moderna com o intuito de desenvolver as competências anteriormente referidas para posteriormente serem colocadas em prática.
A fase final do projecto realizou-se na última semana de Junho, no Centro de Arte Moderna e os jovens tiveram a possibilidade de planificar e realizar o seu retrato final demonstrando o equilíbrio que conquistaram entre os seus heróis e os seus vilões. Além disso participaram na elaboração de um documentário e concluíram os seus portefólios.
No próximo mês de Setembro ou Outubro será montada uma exposição, nos jardins do Centro de Arte Moderna da Gulbenkian, onde serão expostos os retratos finais elaborados pelos jovens que revelarão as suas novas percepções identitárias.
 
Equipa do Projecto Percursos Acompanhados
publicado por zambujaldigital às 16:48
sinto-me:

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
20
21
23

24
25
26
27
29
30

31


mais sobre mim
as minhas fotos
Rádio Zambujal Digital
Em breve - TV Zambujal